/ Petrópolis, Rio de Janeiro/ 11 comments

Petrópolis: a cidade mais charmosa da Serra Fluminense na minha humilde opinião. Gosto tanto de lá que tento pelo menos ir uma vez ao ano. E não me canso! Se você tem um final de semana e quer conhecer a cidade, veja aqui o que fazer em Petrópolis em 2 dias.

Também conhecida como Cidade Imperial, Petrópolis foi abrigo da corte portuguesa nos anos 1850. Com o clima bem mais ameno que o da capital, Rio de Janeiro, é fácil entender porque os europeus fugiam para lá! Além do clima, as doenças típicas do verão também eram um bom motivo para que toda a corte subisse a serra.

A cidade também abrigou um grande grupo de imigrantes alemães, tendo certa influência percebida em sua cultura ainda nos dias de hoje.

Em dois dias, o foco desse post, o ideal é conhecer a cidade e seus pontos turísticos. 2 dias são suficientes para conhecer o principal. Entretanto, também é possível explorar seus distritos, sendo Itaipava o mais turístico e o PARNASO. O PARNASO é o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, e tem 3 sedes (Petrópolis, Teresópolis e Friburgo).

Para conhecer a cidade, sua parte histórica, etc, podemos dividir em 2 sub regiões diferentes que concentram as principais atrações da cidade: Quitandinha e o Centro Histórico.

Como Quitandinha é logo na entrada da cidade, vamos começar por lá?


O que fazer em Petrópolis: Bairro Quitandinha


Assim que você passa pelo portal da cidade, já pode ver um belo palácio à frente. Se seguir à direita, tomará o caminho do centro histórico de Petrópolis, aonde vamos mais tarde. Então, siga à esquerda. Por lá tem bastante vaga, o estacionamento é cobrado pelos guardadores.

Geralmente subimos a serra de manhã e já chegamos com fome. Por isso, nossa primeira parada é a Churrascaria Lago Sul. À beira lago, tem uma linda vista e uma comida deliciosa. Seu rodízio tem, além das carnes tradicionais, algumas diferenciadas. Tudo muito saboroso e ainda achamos o preço justo.

BIZÚ: caso se interesse pelo almoço na Lago Sul, tente chegar cedo, pois formam-se filas enormes.

O que fazer em Petrópolis

Da Janela da Churrascaria Lago Sul

Depois de comer, você pode andar pelo entorno do lago. Você pode não perceber (eu nunca percebi, só li sobre!), mas o lago tem o formato do mapa do Brasil. Caso a grana esteja curta, deixe a churrascaria para uma próxima oportunidade e faça um delicioso piquenique por essa linda área do lago!

O que fazer em Petrópolis

O entorno do Quitandinha é lindo demais

Palácio Quitandinha

Sua próxima parada é o Palácio Quitandinha. Ele é tão lindo por dentro quanto por fora! Você pode contratar o passeio guiado, com áudio guia ou somente pagar a sua entrada no local. Eu não fiz o passeio guiado e estou doida para fazer. Esse belo palácio foi um grande hotel-cassino que já hospedou ninguém mais, ninguém menos que Walt Disney!

O que fazer em Petrópolis

A fachada do Quitandinha em Petrópolis

Quando ele foi a falência, quartos foram transformados em pequenos apartamentos e vendidos. Hoje, a parte social é administrada pelo SESC e vale a visita. Os ambientes são incríveis, lindos, históricos, fotogênicos! Veja mais detalhes sobre essa visita no blog Vem que te Conto.

Se você quiser pode se hospedar no próprio Quitandinha. Existem várias opções no Airbnb como essas abaixo:

Gostou da ideia? Então segue um super desconto de R$ 100 reais em sua primeira hospedagem no Airbnb, cadastre-se através desse link e aproveite!!

O que fazer em Petrópolis: Centro Histórico


Passeio de Charrete

O primeiro passeio que fizemos ao chegar À Petrópolis pela primeira vez foi charrete. Geralmente é algo que não nos conquista, mas usar o meio de transporte do império teve seu charme e nos ajudou a entender aonde ficava cada ponto que queríamos visitar. Entretanto, quase tudo ali da para fazer a pé com boa vontade e mobilidade!

O passeio se inicia em frente ao museu Imperial.


Museu Imperial

O primeiro prédio da cidade de Petrópolis hoje dá lugar ao Museu Imperial. Infelizmente eu nunca consegui visitá-lo. Hora por não se encaixar nos meus planos, hora por estar lotado. Mas é o principal ponto turístico da cidade sem dúvidas.

O que fazer em Petrópolis

Parte da Fachada do Museu

Câmara Municipal de Petrópolis

Bem em frente ao museu imperial, o belo Palácio Amarelo abriga a Câmara Municipal de Petrópolis. A praça em frente se chama Visconde de Mauá e abriga um imponente chafariz de águia. Por ali, já encontrei uma feirinha de artesanato bem legal em uma das vezes que visitei a cidade.O que fazer em Petrópolis

O Palácio Amarelo oferece visitas guiadas gratuitas diariamente entre 10hrs e 17hrs.

Catedral de São Pedro de Alcântara

Icônica na cidade, a Catedral de São Pedro de Alcântara foi construída em 1925 e dedicada ao padroeiro da cidade e da monarquia Brasileira. No interior da igreja um mausoléu guarda os restos mortais da Família de Dom Pedro II. Assistimos à uma missa por lá, mas a igreja também está aberta à visitação fora do horário das celebrações.


Av. Köeller

Descendo da igreja e continuando o seu passeio, você vai pegar a avenida Köeller, aquela que tem um canal no meio e que termina de frente para a Catedral. A região toda é uma delícia para uma caminhada, mas a Avenida Köeller tem um circuito com várias casas históricas. Köeller foi o major que projetou Petrópolis e, por isso, deu nome a uma de suas primeiras ruas.

O legal de passear por lá é que as casas têm plaquinhas com as suas histórias, a quem pertenciam ou a que serviam.

Praça da Liberdade

Do outro lado da Avenida Köeller a praça da liberdade tem alguns encantos como a loja de chocolates Katz, o Museu de Cera de Petrópolis, o Relógio de Flores da Universidade Católica de Petrópolis, a mini Praça 14 Bis, com uma escultura do avião e a Casa de Santos Dumont, que merece um tópico próprio.

Ali na praça há um restaurante muito tradicional de massas, o Luigi. Tem também um casarão que abre para almoço em estilo Self Service. A comida era muito saborosa!

Casa de Santos Dumont

A casa que realmente pertenceu à Santos Dumont, aonde ele passava suas férias é hoje um museu super interessante!

São 3 andares com as mais diversas invenções. A entrada é cobrada, mas o valor é simbólico. Quando eu fui, estava cheio de crianças, todas encantadas com o museu. Será que é por isso que a casa também é conhecida como Encantada?

Cervejaria Bohemia

De volta à praça da Liberdade, de frente para o relógio de Flores, vire à sua direita na Avenida Roberto Silveira. Lá no final você já chega à Cervejaria Bohemia. Para os cervejeiros de plantão e para quem não toma cerveja, mas adora esses passeios, como eu!O que fazer em Petrópolis

Os tours são pagos e incluem degustações. Para que você percorra todo o espaço, ouça as histórias, faça as degustações e ouça as explicações, reserve 1hora. Ao final, uma loja com vários produtos temáticos está a disposição. Meu marido amou a Bohemia Imperial e achou a garrafa por ali bem mais barato que em outros lugares.

O Blog Let’s Vou Away conta mais detalhes sobre o Tour da Cervejaria Bohemia!

O que fazer em Petrópolis

Servindo na fonte

No final do tour na cervejaria nós sentamos no barzinho do local. Demos sorte, pois ele fica cheio. A linguicinha recheada estava maravilhosa!

BIZÚ: quando estávamos saindo da Catedral São Pedro, fomos abordados por uma pessoa que nos oferecia cortesia de 2 chopps nesse bar. Como o carioca é desconfiado, quase não peguei o papel, pois não entendia o que ele queria em troca. Ele não queria nada. São pessoas que ficam promovendo o bar em pontos turísticos diversos de Petrópolis. Acho que para ganhar um chopp era necessário consumir o petisco, ou mais um chopp, mas valeu a pena!

Palácio de Cristal

Agora que está alimentado, siga a rua da cervejaria até o lindíssimo Palácio de Cristal. É lá que acontece a anual Bauernfest, a festa do colono alemão de Petrópolis, que costuma acontecer no mês der junho.O que fazer em Petrópolis

O Palácio de Cristal foi construído nos anos de 1880 e abrigou um marco histórico do nosso Brasil. Foi lá que a Princesa Isabel libertou os últimos escravos de Petrópolis com uma bela festa!

Casa do Ipiranga

Fora desse circuito, mas não longe do Centro, a Casa do Ipiranga também é um lugar legal para visitação. Também conhecida como a “casa dos sete erros” pois tem dois lados simétricos, mas apresentam pequenas diferenças entre si em sua fachada. Ele abre para visitação durante o dia. A noite, seu jardim abriga um bistrô chamado Bordeaux Vinhos e Cia que eu achei delicioso!

Trono de Fátima

Também fora de circuito e com acessibilidade difícil, por se tratar de uma grande subida, fica o Trono de Fátima. A imagem de Nossa Senhora de Fátima foi esculpida em Mármore na Itália. Na época de seu projeto, na década de 1940, toda a comunidade católica de petrópolis se uniu com donativos e festas para arrecadar dinheiro. Além de ser um monumento católico, o local também é um mirante de 360º.

O que fazer em Petrópolis

O Trono de Fátima no alto de Petrópolis

Para achar as primeiras placas que indicam seu acesso, entre na Rua Monsenhor Bacelar, que se inicia ao lado da Universidade Católica de Petrópolis, aonde fica o relógio das flores. A partir dali, são cerca de 3km.

O que fazer em Petrópolis

Vista do trono de Fátima

Rua Teresa

Não bem um ponto turístico, mas um local que atrai muita gente, a Rua Teresa é um polo enorme de moda em Petrópolis. São lojas ao longo de toda a rua com vestuário de todo o tipo e com preços acessíveis. Como ficam na rua, o horário de funcionamento é mais restrito que os de Shopping, portanto, não deixe para ir no final do dia.

Onde comer em Petrópolis

A Serra fluminense é um convite à Gastronomia. Quem explorou e tem dicas preciosas foi a Lívia do blog Malas pra que te quero!


Mais dias em Petrópolis?

Então você pode conhecer o entorno, como Itaipava, Secretário, etc.

Também pode explorar o Parnaso, como falamos lá em cima. Veja que experiência legal a do Casal Aventura no circuito das Bromélias no PARNASO!

Por último, Petrópolis tem mais museus e lugares pra ver que eu não citei aqui pois não caberiam em 2 dias!

11 Comments

  1. A primeira vez que vi o relógio de flores da cidade, pensei que fosse na Suíça. Não sabia que aí também existia um bem bonito. Parece que toda a cidade é um charme, mas o Palácio da Quitandinha conquistou-me. Adoraria pernoitar por lá…

  2. Que delícia de lugar! Adorei as dicas. Tenho planos de conhecer Petrópolis, mas meu objetivo é fazer a travessia Petrô-Terê na Serra dos Órgãos.

  3. Adorei o post! Estou louca para conhecer Petrópolis e agora já tenho roteiro completo. Não sabia que dava para se hospedar no Quitandinha, ótima dica.

  4. Petrópolis me dá saudade da infância. Uma das primeiras viagens que fiz foi para lá e lembro como fiquei impressionada com as pantufas para andar pelo Museu Imperial (eram gigantes no meu pé) e com a Casa de Santos Dumont. Recentemente voltei lá e como foi bom recordar! Lindo post!

  5. Que gracinha! Só fui uma vez quando era pequena. Tinha que andar de meia num palácio, será que estou imaginando ou é lá mesmo? Preciso voltar. Adorei as dicas e as fotos

  6. Quanto amor nessas fotos! Vcs estao lindos!
    😉
    Petròpolis é uma das cidades que tenho muita vontade em conhecer e teu post me parece completo!
    Favoritado!
    😉

  7. Pingback: Destaques de Viagem: 16 de Março de 2018 – Roteiro Planejado

  8. Eu amo essa região serrana do rio!! Seu post ta completão 🙂 parabens!

  9. Tenho bastante vontade de conhecer Petropolis, nunca fui. Que legal ler um post bem completo assim, anima a viagem.

  10. O Rio e seus encantos de norte a sul. Petrópolis é um lugar que quero muito visitar por causa do Museu Imperial, sempre tive curiosidade. Mas não imaginava um roteiro tão variado, já anotei! Valeu pelas dicas.

  11. Ainda não conheço Petrópolis e não tinha ideia que tinha tanta coisa para visitar e conhecer. Uma graça a cidade. Amei as dicas. Na próxima ida ao Rio, vou tentar esticar até Petropolis!

O que você achou??