/ Paraty, Rio de Janeiro/ 5 comments

O Festival da Pinga de Paraty

Paraty é uma cidade esperta! Encantadora por si só, não precisa de mais nada para arrancar nossos suspiros! Mas, proativa que só ela, criou um calendário com festivais mensais para atrair o público para a cidade.

Os mais famosos acontecem em julho e agosto que são respectivamente a Festa Literária Internacional de Paraty, mais conhecida como Flip, e o Festival de Cultura e Sabores, mais conhecido como festival da Pinga!

Como somos animados, fomos conhecer esse festival da Pinga em agosto e eu conto tudo aqui pra você!

Festival da pinga

A linda Paraty

Presente no calendário oficial de Paraty desde 1982, o festival da Pinga é muito frequentado pelos cariocas, mas recebe visita de outros turistas como os Paulistas, que estão próximos à cidade via Rio – Santos e mineiros, público fiel da cachaçinha.

Se puder, aproveite e extenda a sua visita por mais dias e conheça um pouco mais sobre Paraty e arredores.

O festival costuma acontecer entre quinta e domingo da terceira semana de agosto. Ele envolve não só a parte principal do evento mas todo comércio da cidade. O centrinho é uma delicia para bater perna e ver a badalação do público cachaceiro. As lojas e restaurantes nos deixam super indecisos sobre quais visitar!

Vai visitar o Rio de Janeiro? Veja nossos posts sobre a cidade Maravilhosa e seu entorno!

Estrutura

O festival da Pinga de Paraty acontece o dia inteiro em uma tenda enorme armada no espaço de eventos da cidade, no cantinho do centro histórico.

Por lá você encontra inúmeras barracas de comidas e bebidas.  Serve-se de tudo, não só cachaça! Além disso, projetos de pesquisa e culturais envolvendo o tema central do evento, como a cana!

Festival da pinga

Em frente à tenda do Festival da Pinga

A tenda é bem ampla e termina em um palco aonde acontecem shows com o mais variado repertório ao longo do dia. Ali em volta você tem uma visão linda do mar e de parte das construções históricas e coloridas do entorno. O melhor? A entrada é gratuita!

Se você não gosta de cachaça pura, não desanime: pode provar as variações servidas por toda a cidade. Os licores de cachaça (mais docinhos), as caipirinhas de frutas e o meu favorito, o frozen, são os mais famosos! Eu amei o de Maracujá e indico que você prove!!!Festival da pinga

O mês de agosto costuma ser um mês seco, com muito pouca Chuva no estado do RJ. Se você pegar dias de sol, a cidade vai ficar ainda mais brilhante e destacar suas cores pelas ruas de pedra. De qualquer forma, por ser inverno, a temperatura cairá um pouco a noite. Coloque seu casaquinho na mala!

Quanto aos calçados, leve o mais confortável possível! Acho que os tênis são ideais, mas também levei rasteiras. Indico as que prendem no pé todo, o tipo chinelinho podem arrebentar ao andar nas pedras!

Festival da pinga

Roupas e calçados confortáveis são essenciais!

E aí? Gostou da dica e quer conhecer mais de perto? Para se programar, acompanhe o site da prefeitura.

Aonde ficar em Paraty

Além do Airbnb, você também pode se hospedar em uma pousada gostosa. O Booking é uma ferramenta que eu gosto de procurar. Lá tem uma variedade enorme de avaliações, o que me dá mais segurança na escolha de um lugar para ficar!

Você precisa saber que a cidade enche em épocas de festival, por isso sua estadia deverá ser escolhida com antecedência e muito bem programada.

Nós escolhemos uma casa via Airbnb cuja localização me agradou muito: não ficava no centro histórico, burburinho total e barulho o dia todo, mas ficava bem próximo ao trevo que dava acesso.

Se você ainda não tem cadastro no Airbnb, acesse por esse link, cadastre-se e ganhe R$ 100 em sua primeira estadia.

Ainda quero voltar à Paraty para me hospedar no centro histórico, pois é muito charmoso e especial, mas não indico fazer isso nas épocas dos festivais mais famosos pois o trânsito é intenso, de carros e de pessoas! Rs

Festival da pinga

Centro Histórico de Paraty

BIZÚ: Por falar em trânsito, lembre-se que o RJ é um lugar onde a Lei Seca pegou e funciona também no interior! Se beber não dirija! Vimos Lei Seca por lá nos dias de festival.

5 Comments

  1. Consegui sentir a animação de Paraty deste lado do ecrã. Mas, ratinho de biblioteca que sou, fiquei a sonhar com o festival literário também! Um dia tenho que conhecer a cidade.

  2. Paraty é um encanto, que saudade desse lugar!
    Quanto ao Festival da Pinga, imagina como o pessoal sai dai, bem tontinho!

  3. Paraty já é linda, com pinga então, fica ainda melhor! rs Adorei o post, fiquei com vontade de voltar!

  4. Paraty é mesmo um lugar imperdível, com pinga ou sem pinga, rs. Adoro o Rio mas ainda falta conhecer essa cidade, que bom que você trouxe mais informações pra gente tirar o projeto da gaveta.

  5. Ual, já adoro Paraty e, depois de ficar sabendo sobre o festival, quero voltar lá o quanto antes 😛 Boas dicas!

O que você achou??