Roteiro de 4 dias em Curitiba

Quando eu pesquiso sobre as minhas próximas viagens, eu adoro encontrar roteiros. Isso me ajuda a entender o tempo que eu levo e o que faz mais sentido fazer em cada dia. Pensando nisso, preparei um roteirinho de 4 dias, sem importar muito a ordem dos dias.

1° Dia: procure pelo ponto do ônibus turístico mais próximo de onde você está hospedado.  Eu já fiz um post exclusivo falando com mais detalhes de cada parada, então aqui eu vou ser mais breve para não ficar repetitivo. Imaginando que no primeiro dia você queira ver o principal cartão postal da cidade, faça sua primeira parada no Jardim Botânico. Explore o local, pois não se limita à estufa, o parque é muito bem cuidado. Se você gosta de artesanato,  veja se tem feira de arte no espaço fechado à esquerda do jardim. Perto da entrada ficam os banheiros, lanchonete e uma lojinha. Ali você deve gastar entre 60 e 90 minutos! (1º reembarque)  A próxima parada pode ser o museu Oscar Niemeyer. Ele é tão grande que, dependendo do quanto goste de arte, você vai ficar lá pelo menos o resto da manhã.
Como fomos até lá em um domingo, tudo em volta estava fechado, apenas um restaurante de nome Barolho aberto. Almoçamos por lá e não nos arrependemos. O executivo estava saboroso e tinha um preço justo! O Barolho fica em frente ao museu nas esquinas da Rua Marechal Hermes com Manoel Eufrásio. É bom você comer perto de uma parada para não gastar subidas no ônibus atoa (o ingresso só permite 4 reembarque). Se quiser aproveitar, o Bosque do Papa é ali perto, pode ir andando.

Cansou de andar? Vamos ao 2º reembarque:
A próxima parada pode ser a Ópera de Arame, aonde fica também a pedreira Paulo Leminsk. Anda-se muito pouquinho ali e é belíssimo.

DCIM100GOPROG0271481.
Ópera de Arame

.
(3º reembarque) Ultima parada do dia, torre panorâmica. Apesar de ficar em uma ladeirinha, você não vai caminhar muito e vai permitir que você não termine o dia tão cansado. Seu 4º e último reembarque será para completar seu ciclo e voltar ao ponto inicial, mais perto de sua estadia.
Ainda quer aproveitar um pouco a noite? Vá à praça Espanha, um dos principais points da cidade. Quer curtir a noite? Procure a boate Shed ou a Woods, as mais conhecidas da cidade.

2° dia: Mais ônibus turístico ou visitação com seu carro! Pronto? Vamos lá:

20160206_1126111
Um dos muitos prédios bonitos vistos do bus!

Sua primeira parada será o Bosque Alemão. Por lá veja o mirante, faça a trilha de João e Maria, e tire fotos no portal, em cerca de 1hr isso tudo poderá ser feito. (1º reembarque)

bosque-alemao
Portal no Bosque Alemão

Poucas paradas depois do Bosque Alemão será a vez da Unilivre, a Universidade do Meio Ambiente. Veja o Mirante e a Pedreira. O local é lindo e por lá você consegue obter mais informações sobre os muito projetos que eles tocam.

Dali você vai voltar ao ônibus (2º reembarque) até o lindo (e não tão bem cuidado) Parque Tanguá.

20160206_144029
Só uma partezinha do lindo Parque Tanguá!

Ande bastante, suba, desça e abra seu apetite. Dali, você retoma seu passeio (3º reembarque) com destino  à Felicidade! À felicidade? Sim! Ao bairro italiano de Santa Felicidade! Escolha o restaurante que mais lhe agradar, almoce e passeie nas lojinhas. (4º reembarque) A ultima parada do dia será no centro histórico. Se for domingo, você pega a feira do largo da ordem. Por ali fica o relógio de flores. Aproveite um barzinho e deixe a tarde cair. Quando estive lá, choveu todos os dias a tardinha. E foi tipo temporal de verão. Por ali você também pode visitar a rua das Flores, a igreja gótica, todas a pé.
Consideramos que você aproveite seu fim de tarde e começo de noite. Aqui, você não terá mais direito à reembarques, pois gastou os 4. Use um ônibus de linha, táxi ou Uber para retornar ao seu local de estadia. Se quiser, descanse hoje, pois amanhã você acordará cedo.

3° dia:  Faça seu passeio de trem e conheça Morretes. Já expliquei tudinho! Veja tudo aqui!

morretes
Morretes!!!

4° dia: você pode ir à Ponta Grossa. Lá existe o parque estadual de Vila Velha que tem formações geológicas bem interessantes e também o Buraco do Padre, uma cachoeira subterrânea que vale a pena a visita!

Veja também os posts anteriores:
No primeiro eu falo um pouco sobre Curitiba, No segundo, explico melhor as paradas do ônibus e os principais pontos turísticos da cidade e no terceiro também falo sobre Morretes. Confira!!!

Quando voltar, comente e me conte o que achou! Deixe também mais dicas pros leitores.

call-to-action

35 comentários sobre “Roteiro de 4 dias em Curitiba

  1. Como eu queria ter encontrado esse post a mais tempo. Visitei a cidade, mas senti como se não tivesse aproveitado muito 😦 mas oportunidade não vai faltar para voltar e conhecer. Obrigada por compartilhar essas dicas do que fazer ♥

    Curtir

  2. Há muito tempo não vou a Curitiba, é uma cidade linda! Depois desse roteiro deu vontade de visitá-la novamente e seguir esse roteiro. Adorei as dicas e Morretes está no checklist!

    Curtir

  3. Acho a riqueza da arquitetura de Curitiba lindíssima, e os jardins são tão verdinhos e floridos, uma ideia que tenho e de quando eu for, fazer um pequenique nesses jardins e ficar ali admirando!!!
    Adorei as dicas de locomoção muito importante, e saber que conseguimos ir aos pontos turísticos de ônibus.

    Curtir

  4. É incrível como Curitiba conseguiu se transformar em uma cidade turística não é!? Lembro que a primeira vez que lá fui não havia quase nada e agora tem um monte de coisas p fazer. Bacana!

    Curtir

  5. Adorei a maneira como dividiu os dias e separou o roteiro. quando fui à Curitiba (há mil anos atrás hahah) fiz um roteiro muito parecido com o seu – tirando Morretes, que não deu pra conhecer, mas morro de vontade – e me encantei. Curitiba é uma graça e quando fui, queria morar lá de qualquer jeito depois,

    Curtir

  6. Amo roteiros assim, quando dá para termos noção do que fica próximo de que, e sabendo que podemos fazer a ordem que for melhor para cada um… Amo fazer roteiros, afinal, assim a viagem começa antes de partirmos não é mesmo?

    Curtir

  7. Curitiba marcou minha vida! sou paranaense e Curitiba sempre era destino de alguma viagem a passeio, estudo, curso, trabalho… em 2012, por exemplo, fui 13 vezes rsrs… Opera de Arame e Jardim Botânico marcaram minha infância. Agora já faz mais de 3 anos que não vou. Ta na hora de voltar!

    Curtir

  8. Ótimas dicas; Eu já fui algumas vezes a Curitiba, mas sempre a trabalho, acabei não fazendo nenhum passeio turístico! Vou ver se estendo um dia em qualquer uma dessas viagens pra explorar mais a cidade. beijao

    Curtir

  9. Poxa, que saudades do Paraná!
    Conheço Curitiba, mas não Morretes (ainda).
    Dá para passear bastante pelo Parque e a Ópera de Arame é ponto obrigatório para quem vai à Curitiba. =)

    Curtir

  10. Adorei as dicas e já favoritei a página para consultar quando for pra Curitiba!! Sempre que vou pra lá, acabo fazendo as mesmas coisas… =( Na próxima visita vai ser diferente!!

    Curtir

  11. Sabe que ainda nao conheço Curitiba. Sempre que planejo ir pra lá, me aparece uma promoção de passagem pra outro lugar! Gostei muito do seu roteiro. Tá salvo!

    Curtir

  12. Adorei o seu post! Moro em Curitiba e sempre turistei na minha cidade. Gostei da sua descrição de nossos principais pontos turísticos, conheço todos hahaha e recomendo. O meu preferido era o Parque Tanguá, mas faz tempo que não passo por lá.
    Volte sempre! ❤

    Curtir

Me comenta???

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s