/ Argentina, Bariloche/ 8 comments

Mesmo sendo um destino típico de inverno para nós Brasileiros, sempre tive vontade de conhecer a cidade em outra estação.  Já havia lido sobre a preferência dos Argentinos sobre visitá-la nessa estação  e isso me despertou curiosidade. Se você também ficou curioso para descobrir os atrativos da região e saber aonde é a linda foto acima, continue lendo sobre o que fazer em Bariloche no verão.

Além da realização de um sonho, a visita à Bariloche foi mais especial ainda: foi a nossa lua de mel. Havíamos ficado noivos na romântica Campos do Jordão e queríamos algo gostoso para celebrar a união. Unimos Argentina e Chile e não nos arrependemos.

Bariloche no verão pode ser perfeito para uma lua de mel. Lagos, montanhas e restaurantes são uma combinação perfeita para a ocasião. Você não verá neve nessa época, a não ser no topo das montanhas da Cordilheira dos Andes.

O QUE FAZER EM BARILOCHE NO VERÃO

1.Conhecer as cidades Vizinhas:

Bariloche tem uma série de passeios legais e duas cidades muito charmosas em seu entorno.  Villa La Angostura e San Martin de Los Andes ficam a respectivamente a cerca de 80km e 200km de Bariloche. Eu não perderia a oportunidade de conhecer esses lugares e explico o motivo nos posts abaixo:

Bariloche no verão

Villa La Angostura e a Rota dos 7 Lagos

O que fazer em San Martin de Los Andes no verão

A Rota dos 7 Lagos

O que fazer em Villa La Angostura no verão

O que fazer em El Bolson

2.Bater Perna no Centro Cívico:

Ao conhecer as vizinhas acima, eu confesso que não me apaixonei pela cidade de Bariloche, mas sim pelas suas atividades, que estamos listando aqui. Acredito que por ela ser bem maior que as demais, perde um pouco de seu charme.

Bariloche no verão

Centro Civico

Mesmo assim, o centro tem tudo o que você precisa e um centro cívico a beira lago que é uma gracinha.

Comece por visitar a praça onde fica a prefeitura e secretaria de turismo. Os prédios são todos no estilo medieval e muito bem conservados. A praça em época de Natal é decorada com árvore de natal e com um trenó enorme, no qual você pode tirar fotos. Ali atrás, outra praça com mais prédios históricos e uma feira de artesanato completam seu passeio.

Por ali também é comum encontrar cães enormes da raça São Bernardo para tirar fotos. Os donos, lógico, cobram por isso. Fiquei louca de vontade, pois parecem um ursão! Só que me deu pena, não sei se eles eram explorados e desisti. Mas me aproximei de uns para brincar um pouco e vi o dono explicando que comem bastante e exigem cuidados, e que por isso eles cobram a foto. Para ajuda de custo.

Passando pelos arcos, você entra direto na Av Mitre, aonde pode comprar lembranças, chocolates e contratar seus passeios. Tudo acontece por ali.

3.Subir nos Cerros e apreciar a vista:

Por estar no meio da Cordilheira dos Andes, a cidade está cercada de morros, em espanhol, cerros. Entretanto, existem 4 que podem ser acessados por teleféricos. Nesse post eu listo um a um por ordem de distância do centro. Daí você pode decidir em quais quer ir, ou se quer ir em todos!

 

Bariloche no verão

Uma das belas paisagens

4.Excursão ao Cerro Tronador e Geleira Negra

Se você visitar as agências de viagens de Bariloche, verá uma série de opções de passeios de aventura e clássicos na região. Dentre os clássicos, um em especial me conquistou: a visita ao Cerro Tronador e Geleira Negra.

O Cerro Tronador é um vulcão ativo, embora adormecido. Sua última erupção aconteceu há cerca de 10 mil anos. Ele está na divisa entre Argentina e Chile e também pode ser visto do Cruce Andino.

Bariloche no verão

Cerro Tronador e Geleira Negra

É um passeio de um dia inteiro que eu aconselho que seja feito com excursão e guia, pois é cansativo. Entretanto, oferece paisagens lindas!

Clique no link e leia o relato de nossa Visita ao Cerro Tronador e se convença a conhecê-lo!

5.Circuito Chico

Se ali em cima eu disse que a excursão ao Cerro Tronador é um passeio clássico de Bariloche no verão, o Circuito Chico é o clássico dos clássicos! Em qualquer época do ano, ele estará disponível.

Circuito Chico

Trata-se de um circuito turístico que começa ao fim a Exequiel Bustillo, a avenida beira lago de Bariloche que começa mais ou menos no fim do centro da cidade e que concentra vários hotéis e restaurantes, além de algumas praias.

Veja aqui o meu relato sobre o Circuito Chico de Carro em Bariloche.

6.Passeios Lacustres

Se você não vai fazer o Cruce Andino rumo à Puerto Varas, indico que aproveite alguns passeios pelos Lagos da Região.

Bariloche no verão

Puerto Blest está entre as opções de passeios lacustres

São dois mais conhecidos e importantes que saem de Puerto Pañuelo, próximo ao Hotel Llao Llao:

  • Isla Victoria e Bosque de Arrayanes: Após uma navegação de 40mins ou 1:30, dependendo do tipo de embarcação que você escolheu, você chegará em Isla Victoria e à Península Quetrihue. É ali que você vai entrar em um bosque que inspirou os cenários do desenho Bambi. As árvores tem o tronco de tom mais claro. Eu não fiz o passeio, pois vi fotos do bosque que não me chamaram a atenção e eu já faria o Cruce Andino. Mesmo assim, pela beleza do passeio no lago, você pode aproveitar e contratar esse tour.
  • Puerto Blest e Cascada de Los Cantaros: Esse tour é quase em sua totalidade a primeira parte do Cruce Andino. Se inicia por volta das 10hrs em uma navegação de cerca de 1 hora até Puerto Blest. A chegada é linda e a água parece ainda mais clara. No caminho, é possível alimentar gaivotas que disputam os alimentos que os passageiros oferecem. Ao chegar em Puerto Blest é possível almoçar e usar as instalações do hotel que fica por ali. Lá também são oferecidos passeios opcionais e eu recomendo a navegação pelo Lago Frias, pois chega à um belíssimo local, conforme foto abaixo!

    Bariloche no verão

    Lago Frías

Além dos passeios tradicionais, você tem a chance de fugir do comum. Se passear nesses catamarãs já é uma delícia, imagine um veleiro em pleno Lago Nahuel Huapi? O passeio dura 3 horas e vai a lugares mais solitários e menos explorados pelos turistas. Veja aqui como contratar esse passeio.

 

7.Circuito Grande

Outra excursão oferecida pelas agências vai até a charmosa cidade de Villa La Angostura. Conhecida como Circuito Grande em alusão ao Circuito Chico (chico em espanhol = pequeno), ela percorre uma distância bem maior e sai da cidade de Bariloche.

Se você vai fazer a rota dos 7 lagos, você pode fazer essa rota, mas passe em Villa Traful na ida. Durma uma noite na charmosa Villa La Angostura e outra na gostosa San Martin de Los Andes.

Bariloche no verão

Rota dos 7 Lagos

Se você só tiver um dia para conhecer Villa La Angostura, não tiver tempo de encaixar a rota dos 7 Lagos no seu roteiro, e quiser fazer o circuito grande de bate e volta, aconselho sinceramente que o faça com uma excursão. Acho esses passeios cansativos para se dirigir o dia inteiro. Ainda te impede de tomar um vinho ou umas cervejas artesanais locais.

Aliás, como tem cerveja artesanal por lá. Meu marido quase não tomou a Quilmes. Além disso, vi Chandon no mercado por o equivalente a R$ 100 3 garrafas. Você não leu errado! Se você bebe, pode ser uma oportunidade gostosa para degustar as delícias etílicas locais.

  1. Aventurar-se

Já pensou em fazer rafting nas lindas águas do rio Manso (falo dele aqui!)? E andar de Kayak no Lago Gutiérrez? Você sabe o que é Canopy? Já pensou em cavalgar em plena Patagônia Argentina?

Melhor: imaginou fazer trekking no El Bolson, que incrível???

Aventura em Bariloche

Rafting

Se você gosta de adrenalina e de passeios diferentes, veja nesse post opções de passeios de aventura em Bariloche!!

E você tem dicas diferentes do que fazer em Bariloche no verão? Já montou o seu roteiro na cidade?

VEJA ALÉM DE BARILOCHE NO VERÃO

Dicas  de como economizar em Bariloche

Dicas e Roteiro de Bariloche no inverno

8 Comments

  1. Eu caí de amores por Bariloche em 2006… e sei que hei-de voltar. Dos lugares mais encantadores deste nosso belo planeta. Foi muito bom recordar 🙂

  2. Ótima ideia de conhecer Bariloche em outras épocas do ano, ainda mais para pessoas como eu, que já moram na neve e tentam fugir dela, quando em férias!

  3. Nossa que diferente ver todas essas paisagens sem um monte de neve. Mas mesmo assim fica lindo né?
    Visitei o Valle Nevado no verão e valeu super a pena. Visitaria Bariloche assim.

  4. Pingback: Design Suites Bariloche ⋆ Destinos & Afins

  5. Pingback: Destaques de Viagem: 2 de Março de 2018 – Roteiro Planejado

  6. Bariloche é um lugar que ainda preciso conhecer, seja no inverno ou no verão, que vi que tem bastante coisa legal para ver hein

  7. Pingback: San Martin de Los Andes: um autêntico vilarejo de montanha na Patagonia Argentina ⋆ Destinos & Afins

  8. Pingback: Vai à Puerto Varas? Veja um roteiro de 4 dias na cidade e região ⋆ Destinos & Afins

O que você achou??